rvf, software e mitos

Archive for fevereiro 2009

Então, sexta passada fui até o Carrefour comprar uma cadeira descente para o notebook daqui do apartamento, de modo compulsivo, acabei comprando uma mesinha também, andando com o carrinho de compras praticamente transbordando em direção ao caixa, visualizei de longe as tirinhas de Dilbert, você está demitido! E não resisti, já coloquei pra dentro, e logo ao lado, vi A Cabeça de Steve Jobs, ele parecia piscar para mim e não teve jeito, levei também. Esta é a parte ruim da história, sim, meu bolso.

A cabeça de Steve Jobs

Agora a parte boa, o livro é fantástico! Duhh! Óbvio, se tratando de Steve Jobs, qualquer coisa se torna fantástica e é exatamente disso que Leander Kahney retrata durante as 200 e poucas paginas, que você pode ler durante um carnaval, por exemplo. (sim, eu fiz isso durante o carnaval!). Kahney, inicia a obra dando um resumo geral do que viria pela frente, desde o inicio de Jobs na Apple, junto a Wozniak, até sua saída e, posteriormente, seu retorno a empresa –então a beira da falência-, quando Jobs a coloca no topo novamente (“O que tem de errado por aqui? São os produtos! Os produtos são uma #%$@*! – Steve, em seu pré-retorno a Apple”).

Mostra o que os funcionários temem, o conceito de ser “stevado” gira em torno da Apple, pois a figura de Jobs decreta que, ou você é um gênio ou é um idiota, e normalmente quem não se considera gênio, não gostaria de cruzar o caminho de Jobs pelos elevadores da empresa. Também descreve um Jobs perfeccionista, extremamente poderoso em marketing, com um potencial fantástico para criação de novos produtos, rigoroso com design, somado a uma personalidade tão forte, que ninguém consegue dizer “não” a ele, apenas o inverso acontece bastante. Há também umas boas pinceladas pelos principais produtos da Apple, principalmente os criados pela cabeça de Jobs, inclusive, sempre retratando números de lucros, vendas, etc. O autor detalha bem este aspecto, o que é algo bem interessante.

E principalmente, demonstra como um líder de verdade deve ser! Você deveria ler este livro…

Anúncios

Ei você, você mesmo! Eu sei que você pesquisa meu nome no google, talvez até você tenha sido meu gerente em uma empresa que estive, estou ou estarei. Vou te dar uma dica, lembra daquele esquema todo sobre cargos e salários em TI? Lembra? Bom, isso não importa, apenas LEIA ESTE EXCELENTE POST DO GC e aprenda de uma vez por todas que… homem é homem, menino é menino, macaco é macaco e veado é veado.

O que mais vejo nas comunidades que freqüento é gente perguntando coisas como “Vale a pena aprender X?”, “Tenho Y anos, ainda consigo aprender a tempo para entrar no mercado Z?”, “O que devo aprender primeiro para começar a trabalhar com XPTO?”. Depois de sempre responder prontamente este tipo de assunto, resolvi blogar sobre o mesmo. Então, vamos lá:

– O mercado de TI está escasso? Está! Mas não para profissionais ruins. Falta gente qualificada. Então sabichão, se você acha que é só fazer aquele cursinho de verão de Java da vida e já vai sair bombando no mercado, está muito enganado! O negócio é pontual: aprendizado contínuo. Você vai precisar estar sempre atualizado, lendo livros técnicos, estar por dentro das ultimas tecnologias do mercado, assinar blogs/feeds (já assinou meu blog?) sobre o assunto, ler as revistas em destaque relacionadas E, mesmo assim, ainda não será suficiente, pois faltará o ânimo para por tudo isso em prática (e acredite, esta é a parte mais difícil).

– Existe idade para começar na tecnologia X? Mas é obvio que não! Conforme respondido na questão anterior, o mercado de TI está escasso, então, se você for bom, não importa se você tem 10 ou 100 anos, apenas pare de perder tempo e encare logo.

– Vale a pena aprender XYZ? Pergunta juvenil! Se você quer ganhar dinheiro (e acho que é este o seu objetivo em querer aprender XYZ), olhe para o mercado, veja o que mais se pede, pois o que mais falta é o que mais viabiliza o retorno, por isso vá com cautela na escolha do seu próximo alvo, se XYZ está em falta, é claro que vale a pena.

– E o salário, é bom? Não, é ruim. Mas (em minha opinião), TI te da um retorno mais rápido, e o salário é melhor do que outras profissões mais comuns, além de faltar profissional bom (oferta > procura). Na verdade, acredito que quem trabalha em TI não é nem tanto pelo salário, e sim porque gosta da profissão, então se você está em dúvida por causa do salário, não creio que terá sucesso com TI.

– Vale a pena trocar A por B? Já disse, o mercado quem manda. Se a demanda de B for maior que A, vale, é claro.

Boa sorte a todos!

Então, assim, o blog é novo. O antigo (robsonfarias.info) está desativado temporariamente, o motivo é algumas complicações com a hospedagem. Fui no barato e me arrependi. Preferi sair e criar uma conta aqui no WP mesmo, pelo menos é mais garantido (mesmo tendo ainda um mês -que já foi inclusive pago- lá) . Quanto aos posts do outro blog, tentei importar, mas pelo jeito não rolou! Alguém tem alguma idéia do motivo? Enfim, vou tentar atualizar com os melhores posts de lá quando der. E, claro, vou tentar deixar este novo blog mais especifico a tecnologia (cheguei a esta conclusão, quando vi que meus posts referentes a bobagens da minha vida não davam muita audiência, senão para: curiosos visitando). Ah, já disse que estou saindo de férias? Ta bom, parei.

Valeu!


Anúncios